uol
Portal VAI Wings

Aplicativo Brasileiro é referência na UOL

Aplicativo brasileiro quer ser alternativa “barata” a seguro automotivo

O “coração” do VAI é um dispositivo conectado ao veículo que tem sensores de movimento, GPS e chip para transmissão de dados.

Lançado há pouco menos de um ano no Brasil, o aplicativo brasileiro VAI surgiu como uma alternativa para diagnosticar e antecipar defeitos e falhas no veículo, utilizando um dispositivo conectado à porta OBD — a mesma utilizada por “scanners” de oficinas mecânicas. Hoje, o produto incorporou funcionalidades focadas na segurança e quer ser uma alternativa mais barata ao seguro automotivo. Ou, pelo menos, um item complementar à proteção, com potencial de futuramente reduzir o valor pago pela cobertura da apólice.

Essa pretensão foi revelada a UOL Carros por João Marcelo Barros, sócio e cofundador da Wings — empresa proprietária do VAI, com sede em Recife (PE).

 

“A grande pedra no sapato do brasileiro é a segurança. Em geral, aqui as pessoas se preocupam muito mais com roubo e furto do que com a manutenção”, avalia o executivo. O dispositivo do VAI traz embutido um localizador GPS, além de sensor de movimentos e um chip para transmissão de dados via conexão 3G — semelhante às máquinas de cartão. Com esses sensores, pode operar como um rastreador, por exemplo.

 

“Aprimoramos o serviço de conexão e hoje é possível ter acesso à localização do carro em cerca de três segundos, diretamente da tela do seu telefone celular. A contratação de um rastreador convencional hoje custa cerca de R$ 200, mais mensalidade em torno de R$ 60. O VAI custa a partir de R$ 18 por mês”, destaca Barros.

 

Esse valor de R$ 18/mês é para o contrato de três anos. Sobe a R$ 22/mês se o serviço for contratado por dois anos e R$ 37/mês para apenas um ano. Mais informações estão disponíveis no site da empresa.

 

 

Clique aqui e leia a matéria completa no artigo da UOL.