concessionária
concessionária
Concessionárias Tecnologia VAI

Carro conectado e a concessionária do futuro

Para se adaptar ao futuro, vários negócios estão precisando rever seus modelos e implementar mudanças. E na indústria automotiva não é diferente.

Em uma pesquisa feita pelo grupo McKinsey, levando em consideração mais de 2000 novos compradores de carros do Brasil, China, Alemanha e Estados Unidos, 13% deles já não consideram comprar um carro sem acesso a internet e mais de um quarto dos entrevistados priorizam a conectividade acima de características que sempre foram grandes diferenciais como potência do motor e economia de combustível. Olhando as projeções, estima-se que mais de 380 milhões de carros conectados estarão rodando até 2021. A realidade deste negócio hoje é similar ao que eram os smartphones em 2010: na eminência de dominar o mercado.

Não demore para adaptar-se e não seja levado pela onda.

Para o consumidor, a conectividade irá revolucionar a experiência de ter e dirigir um carro e para a concessionária a interação com seus clientes será totalmente renovada. A capacidade de extrair dados em tempo real do veículo proporcionará uma nova dinâmica de relacionamento com os proprietários dos veículos, o que viabiliza um atendimento pós-vendas assertivo e eleva os índices de retenção.

No coração da rentabilidade do concessionário – o pós vendas – calcula-se que o advento do carro conectado poderá alavancar na ordem de 60% a retenção para realização de serviços e promover um ganho de produtividade de 16 vezes no que hoje é executado pelo setor. Isto é, aquele consultor de agendamento que hoje traz uma média de 10 clientes para loja por dia, passará a gerar fluxo de 160 passantes na concessionária e aumentará substancialmente a fidelização à marca.

De forma sucinta, a tecnologia consiste basicamente em, através de um conjunto de hardware e softwares customizados, conectar o veículo a internet com um chip de telefonia móvel. Toda esta estrutura permite o compartilhamento de informações como quilometragem atual, códigos de falhas e status de peças para que a concessionária possa interagir com os clientes sabendo daquilo que realmente necessita. Para o proprietário do veículo, fica a tranquilidade e a comodidade de saber que qualquer intercorrência em seu carro poderá ser instantaneamente identificada e resolvida. O carro conectado fará chegar também ao concessionária alertas como colisão, hábitos de condução e panes para que possam interceder pelos seus clientes e surpreende-los sempre.

No Brasil, a Wings, empresa que atua há 10 anos com tecnologias de conectividade para veículos e o renomado instituto de inovação, C.E.S.A.R, pavimentam os caminhos para o veículo definitivamente conectado. Em conjunto desenvolveram o VAI, uma plataforma que reúne de forma inteligente concessionária, carro e condutor.

Clique aqui e fale com um dos nossos consultores para levar a sua concessionária para a era digital.